arco del triunfo arco del triunfo zaha hadid  
bali cóctel barcelona   zaha hadid hotel berlin
bali   metro munich
bali

Viagens São Petersburgo


Turismo Rússia

Os ícones e as ideologias políticas podem ter caído, mas os forasteiros todavia têm uma visão nebulosa da vida na Rússia. Os efeitos do desdobramento de uma economia de mercado fazem com que pouco a pouco este país desperte do seu letargo de tantos anos para ressurgir como uma nação distinta, membro de uma Federação de Países que já destacam e que lutam com força para adaptar-se aos novos tempos. Este ar de incerteza combina com a grande hospitalidade das suas gentes, que te acolhem sem receio oferecendo-te um copo de vodka para aguentar melhor o intenso frio deste país cheio de segredos que desejam ser descobertos. Vem à Rússia e descobrirás o encanto de uma grande nação emergente.

Turismo São Petersburgo

São Petersburgo: São Petersburgo, a cidade de veraneio dos zares, sempre rica e formosa, atraiu a codicia de muitos que a rebaptizaram, para honra de si mesmos.


O que visitar em São Petersburgo

Estes são os 10 lugares que não deves deixar de visitar durante um fim de semana em São Petersburgo:

1. A Fortaleza de São Pedro e São Paulo foi mandada construir por Zar Pedro I, o Grande. O edifício está formado por seis muralhas e seis bastões. No seu interior podem-se visitar: o cais, os armazéns de artilharia, a Catedral dos Santos, a torre de 122 metros desenhada por Rinaldi e o relógio de estilo holandês que a cada seis horas toca o hino nacional.

2. O Museu Ermitage, (3ª-Domingo 10:00 às 17:00) é o museu maior do mundo, tem 24 Km. de percurso, pelo que deverá dedicar-lhe muito tempo dentro da sua visita. A colecção começou sobre o mandato da Zarina Catalina II, em 1767. Dado o tamanho da colecção construiu-se um palácio anexo para a albergar. O museu abriu em 1852 e tem 420 salas, que se estima ter 2.700.000 obras.

3. Parte da colecção de Ermitage, é o palácio de Inverno dos czares da Rússia. Os quartos do palácio encontram-se recobertos de mármores e ouro, e tudo dentro do palácio evidencia a enorme riqueza da realeza russa.

4. A Catedral da Ressurreição ou de São Salvador datada do século XIX, foi construída pelo arquitecto Parland no mesmo lugar onde foi assassinado o Zar Alejandro II. O Zar Alejandro II “Zar Libertador” passou à história já que em 1861 liberou os campesinos da escravatura. Esta magnífica Catedral é de estilo russo do século XVII e nas suas paredes tem aproximadamente uns trezentos mosaicos distintos entre si.

5. A Praça de São Isaac, é uma das zonas mais interessantes da cidade. Parte do conjunto são: o Museu dos Instrumentos, o Museu de Numismática, Museu Postal Popov, o Palácio Naryskin de 1760 e a Catedral de São Isaac. A Catedral de São Isaac, é a maior da cidade, pode albergar a 14000 visitantes. No seu interior encontra-se o famoso Pêndulo de Foucault.

6. O Pushkin Casa-Museu (4ª-2ª10:30 às 17:30) encontra-se na zona de Moika, num apartamento que ocupou o escritor até a sua morte em 1817. No interior podem-se ver os pertences do escritor. Se visita este museu, deve ir de metro, pois a paragem Pushkin é uma das mais formosas desta obra de engenharia. O metro de São Petersburgo, é o mais profundo do mundo.

7. A Casa-Museu de Dostoecsky (3ª a Domingo 11:00 às 18:00), encontra-se no apartamento que ocupou o escritor quando se mudou a cidade em 1878. Foi aqui onde escreveu a sua obra cume “Os irmãos Karamazov”.

8. Na zona do casco antigo, também podemos visitar: a Praça da Revolução na qual está o Museu da Grande Revolução Socialista de Outubro; a Mesquita, que imita a de Gur de Samarcanda; e A Academia Naval Nachimov onde está o barco Aurora, este barco entrou na história ao ser quem derrubou as portas do Palácio de Inverno na revolução de 1917.

9. Nos arredores da Praça Suvorovskaya podemos visitar: o Palácio Slatikov, o Palácio Bezkoy e o Palácio Aparksiny. Este último conhecido como o palácio de mármore pois está totalmente construído nesse material. Na actualidade alberga o Museu Lenin. Uma passagem pelos campos de Marte, é a maneira correcta de culminar um recorrido por esta zona.

10. A principal artéria da cidade de São Petersburgo tem 4 km. de largura e chamase Nevski. Aqui poderemos visitar: O Palácio dos Dux, de estilo veneziano; a Casa das Artes e o Café dos Literatos, ambos construídos por Stasov; o Palácio Stroganov; a Igreja Holandesa, cópia do Mausoléu Diocleciano de Split; o Templo Luterano dos Santos Pedro e Pablo; a Igreja de Santa Catarina; a Casa dos Mercadores construída no ano 1761; e o Mosteiro de Aleksander Nevski, um recinto amuralhado que contém vários cemitérios e sete igrejas.


Restaurantes. Onde comer em São Petersburgo

São Petersburgo tem uma grande variedade de cafés e restaurantes que servem todo o tipo de comidas de todas as procedências.

Vida Nocturna São Petersburgo

São Petersburgo tem um grande número de clubes, divididos em quatro grandes categorias: baile, música, arte e eróticos (adultos). A maioria dos clubes abrem das 22:00 às 06:00 e continuam a pedir roupa formal. A maioria cobra entrada, o que aumenta o preço segundo passa a noite.

Compras em São Petersburgo

A vodka ou 'wodka', é a bebida alcoólica nacional da Rússia, onde o "w" se pronuncia como um "v". O seu significado é o de 'agüita', uma forma delicada e diminutiva de chamar a água. A graduação normal é de 45º e toma-se só em pequenos copos de cristal. Não se pode ir da Rússia sem tomar um copo de vodka contra o frío.

 

Prepara a tua viagem a São Petersburgo:

 



















Copyright 2008 by TyM Viajeros S.L. - A travel media company.