arco del triunfo arco del triunfo zaha hadid  
bali cóctel barcelona   zaha hadid hotel berlin
bali   metro munich
bali

Viagens Vilnius


Turismo Lituânia

Vilnius, capital do país, está atravessada pelo Rio Neris e rodeada de um espaço verde sem igual. As suas ruas pitorescas te levarão a lugares cheios de história. Além de ser a segunda cidade mais importante do país, Kaunas, destaca-se pela elegância das suas construções históricas e pelo tipismo dos edifícios dos antigos mercados, que encontrarás em toda a cidade. 35% do país está coberto de bosques, com fauna e flora típica dos países bálticos. Na costa lituana encontra-se um dos principais atractivos turísticos do país, Curonian Spit, uma quilométrica barra de dunas de areia. Devido ao carácter florestal e pouco explorado do país, é uma localização ideal para a prática de desportos como o esqui de fundo e a canoagem. Os parques nacionais são uma maravilha, não te esqueças de visitar Aukstaitija e Palanca.

Turismo Vilnius

Vilnius embora seja a cidade mais antiga da Europa do Este, é uma capital jovem e internacional. A cidade de Vilnius é ideal para visitar num fim-de-semana inclusive muitos viajantes animam-se ao aproximar-se a Trakai.


O que visitar em Vilnius

Estes são os 10 lugares que não deves deixar de visitar durante um fim de semana em Vilnius:

1. Vilnius é uma cidade totalmente verde pela quantidade de parques que alberga. Encuentra-se dividida pelo rio Neris e numa das suas partes encontra-se o centro histórico da cidade. Tuda uma maravilha que se encontra incluída na Lista do Património Mundial da UNESCO.

2. O Casco Antigo da cidade, é um dos mais largos da Europa, conta com 3,6 Km2 de área construída com cerca de 1500 edifícios históricos. Estes edifícios foram construídos ao longo da história. Vilnius é conhecida pelas suas construcções barrocas, há exemplares da arquitectura gótica, renascentista e art-deco.

3. No centro histórico da cidade podemos visitar: a Catedral e a Universidade, o Canto Gótico e o Portão da Ausros (Aurora) a única das nove portas com alas que contava a cidade, que todavia permanece intacta.

4. Também no Casco Antigo podemos visitar: a Igreja de São Pedro e São Paulo, o Parlamento, o Monte das Três Cruzes e A Igreja de Santa Ana.

5. A zona nova de Vilnius é muito interessante, além de reunir um grande número de restaurantes e cafetarias, também podemos visitar a Câmara Municipal e o Museu da Ocupação.

6. Conhecida, antes do Holocausto, como a Jerusalém da Lituânia; Vilnius foi uma das cidades mais importantes em estudos da Torah da Europa. A finais do século XIX, Vilnius contava com mais de 100 sinagogas. O bairro judio da cidade, é uma das visitas mais interessantes do casco antigo.

7. O novo e totalmente reformado edifício do Centro da Tolerância, antigamente foi um teatro do bairro judio. Este centro está abocado à expansão da comunidade judia da Lituânia, através de exposições de arte, eventos culturais e políticos. A exposição principal chama-se Vilnius: a Jerusalém perdida.

8. A Grande Sinagoga de Vilnius, ainda activa para os serviços, apresenta uma exposição aberta ao público que contém gravuras, aquarelas e fotografias pertenecentes às decorações de várias das sinagogas da cidade. (Nota: isto não sei se é importante, o adjunto em inglês, pois me declaro incapaz de traduzi-lo. Three original details have survived: a cartouche with precepts of the Lord from the aron kodesh of the Synagogue, a candlestick with a decorative vertical shield from the cantor’s table, and a two-sided door from the aron kodesh.

9. Trakai encontra-se a 30 Km. de Vilnius, pode-se chegar de autocarro desde a Estação Central, há um autocarro a cada meia hora. Nesta cidade famosa por ser durante um tempo a capital do país, há que visitar o Castelo dos Grandes Duques situado numa pequena ilha. A importância deste lugar deve-se ao facto de ser um símbolo da independência lituana e o único parque histórico nacional da Europa. Este é um castelo que se construiu no século XIV sob o mandato do grande duque Gediminas, sendo o único castelo insular da Europa do Este. No seu interior encontra-se a sala do Trono dos antigos duques da Lituânia e um interessante museu da história do país.

10. Depois de um recorrido pela cidade e de admirar algumas das suas igrejas e casitas tipicamente lituanas, podemos fazer uma pausa no parque do palácio Uzutrakis século XIX e em estilo renascentista, tem um dos parques maiores e belos de Lituânia. Outro lugar de interesse são as ruínas do Castelo da Península, um dos castelos defensivos maiores da Lituânia, no total ocupa 4 hectáres


Restaurantes. Onde comer em Vilnius

A comida lituana baseia-se em todos os produtos típicos da zona, e muito especialmente nas batatas. Um dos pratos mais típicos é o cepelinai, uma espécie de massa feita à base de batatas e trocitos de queijo, carne ou cogumelos que continuam a vir acompanhadas de uma salsa de cebola, bacon e manteiga. Os restaurantes e os bares multiplicam-se a cada dia em Vilnius, desde que se declarou a independência. Os jovens habitantes da cidade, querem que esta se converta na cidade mais hospitaleira da Europa, e parece que o conseguiram.

Vida Nocturna Vilnius

Pelas noites há que saborear o "gyra", um vinho de muito baixa graduação alcoólica típico da Lituânia e que se faz à base de pão. E logo escutar nalgum lugar a música local moderna.

Compras em Vilnius

O rei das compras na Lituânia é «o ouro do Báltico», o âmbar. Em todas as lojas de presentes e souvenirs podem encontrar-se objectos de todo o tipo fabricados com âmbar. São especialmente atractivas as jóias e os pequenos objectos decorativos. Ainda os trabalhos em prata e em vidro também merecem a pena e podem conseguir-se verdadeiras maravilhas a muito bom preço.

 

Prepara a tua viagem a Vilnius:

 



















Copyright 2008 by TyM Viajeros S.L. - A travel media company.