arco del triunfo arco del triunfo zaha hadid  
bali cóctel barcelona   zaha hadid hotel berlin
bali   metro munich
bali

Viagens Dublin


Turismo Irlanda

Paraíso verde. Mitos e lendas escondem-se atrás dos escarpados e das colinas da terra irlandesa. Mas, a ilha verde não é só natureza, ao redor das suas brancas praias e baías crescem granjas e pequenas aldeias, castelos e ruínas celtas, mansões e igrejas medievais. O espírito irlandês sente-se através do som das gaitas e das flautas celtas, e não desapareceram nas suas cidades mais modernas, onde a alma da Irlanda se sente submergindo nos seus calorosos clubes e saboreando a sua cerveja negra.

Turismo Dublin

A Dublín suja e subdesenvolvida que descreveu James Joyce na sua novela Dublinés pouco ou nada tem que ver com a animada cidade europeia de hoje. A capital da República Irlandesa não é a metrópole mais cosmopólita nem distinta do continente, mas sim uma das mais simpáticas para desfrutar de um par de dias entre gente acolhedora.


O que visitar em Dublin

Estes são os 10 lugares que não deves deixar de visitar durante um fim de semana em Dublin:

1. O Trinity College de Dublin, fundado pela Raínha Isabel de Inglaterra em 1591, é a universidade maos prestigiosa do país e a estampa mais conhecida da cidade. Vaguear pela universidade é grátis e muito divertido.

2. A Old Library, ou liberaria central do Trinity Callote, guarda manuscritos de grande valor, destacando-se o famoso Book of Kells. Consiste numa elaborada transcrição dos quatro evangélicos realizada no século IX (2ª-Sábado 9.30-17.00 e Domingo 12.00-16.30; 7.J1850 euros).

3. Frente ao Trinity Collage, está o magnífico edifício do Bank of Ireland, uma obra do século XVIII que num início ia ser a sede do parlamento irlandês.

4. St. Stephen´s Green, muito popular entre os habitantes de Dublin, é o parque central da cidade. Está rodeado de grandiosos edifícios georgianos. A rua Kildare St leva até o National Museum de Ireland, que expõe objectos pré-históricos e peças de ouro (3ª-Sábado: 10.00-17.00 e Domingo: 14.00-17.00; grátis).

5. St. Patrick´s Catedral (9.00-17.00; 4,20€), construída no século XII e ampliada posteriormente, é a igreja mais antiga de Dublin. Alberga a tumba de Jonathan Swift, o autor das viagens de Gulliver, depois da catedral entre 1713 e 1745.

6. Muito perto, em direcção Norte para o rio por Nicholas St. alcança-se outra catedral, Christ Church (10.00-17.00; 5€), também do século XII. Esta é a catedral protestante da cidade.

7. O Castelo de Dublin (2ª a 6ª 10.00 às 17:00 e Domingo 14:00 às 17:00), é o símbolo da autoridade britânica no país. Em princípio uma fortificação viking, é muito difícil imaginar que este estilizado e mal decorado palácio, fora em algum momento um lugar de batalha. O melhor do castelo é a preciosa e bem dotada biblioteca.

8. Algo distante do centro, a 1 Km. de Houston Station, encontra-se a sombria prisão de Kilmainham Gaol (9.30 às 16.00; 5€). Aberta em 1796 e clausurada em 1924, esta prisão é famosa por ter alojado membros das diversas ascensões independentistas contra a Coroa Britânica. Além disso, aqui se filmou o célebre filme “No nome do Padre”, de Jim Sheridan.

9. A Norte do rio Liffey, no final da transitada O´Connell St, no interior de uma mansão georgiana, situada em Dublín Writers Museum (10:00 às 17:00; 6,25€). O museu convida a introduzir-se no mundo literário dos grandes escritores irlandeses como Wilde, Yeats e Shaw, entre outros.

10. Muito perto do Writers Museum, pode-se visitar o James Joyce Centre (2ª a Sábado: 9.30-17.00 e Domingo: 12.30-17.00; 5€). A antiga casa do escritor na cidade, é agora sede da fundação que promove o seu estúdio e um pequeno museu que mostra a vida do escritor.


Restaurantes. Onde comer em Dublin

A transitada ponte O´Connell une a O´Connell St, Westmoreland St e Grafton St, que formam a zona comercial e de restaurantes por excelência da cidade. A especialidade da cidade é o fish-and-chip, para o que te recomendamos os restaurantes da cadeia Beshoff’s. Para comer a bom preço: Bewley’s Oriental Café (Grafton 78), Cafetaria da Trinity Collage, Blazing Salad (Drury 42) e Café Fresh (Powercourt Townhouse Center). Durante o dia nos clubes da zona do Templo Bar, servem boa comida a bom preço.

Vida Nocturna Dublin

Baixo a imagem renovada e moderna actual, subsiste a velha e nostálgica Dublin, que se assoma de noite aos clubes ao som da música tradicional e o entrechocar de aspecto. No Sudoeste extende-se Temple Bar, a zona turística e cultural por excelência, que reúne as ondas de visitantes e artistas de rua ao redor de Temple Square e nos seus clubes. Não podes ir de Dublin sem visitar: Temple Bar (Temple Lane), Stag's Head (Dame Court 1) e o mítico Oliver St. John Gogarty (Fleet St. 57), onde por cada cerveja que pedes te dão um prato de comida.

Compras em Dublin

No Temple Bar, a zona de marcha de Dublín, durante o dia o seu ambiente é muito boémio, muitas lojas de roupa, livros e discos de segunda mão, além de vários mercados muito interessantes. Na Talbot St. poderám encontrar lojas com bons preços e em Henry St encontra-se Roches Stores, uns grandes armazéns onde se pode encontrar de todo e a bons preços.

 

Prepara a tua viagem a Dublin:

 



















Copyright 2008 by TyM Viajeros S.L. - A travel media company.