arco del triunfo arco del triunfo zaha hadid  
bali cóctel barcelona   zaha hadid hotel berlin
bali   metro munich
bali

Viagens Helsínquia


Turismo Finlândia

Finlândia é, talvez, o menos conhecido dos países escandinavos. Na actualidade os seus habitantes esforçam-se por colocar o seu país no mapa dos destinos turísticos do mundo. Com um maravilhoso atractivo natural, uma capital maneável e bela, e um excelente sistema de transportes, Finlândia é, definitivamente, um lugar genial para passar as férias. Histórica, geográfica e economicamente, Finlândia, encontra-se ligada tanto à Europa ocidental como aos antigos estados da União Soviética. Os finlandeses possuem uma forte identidade nacional, são muito simpáticos, bebedores assíduos e enchem-se de orgulho do seu belo território virgem de bosques, lagos e costas. E cerca de um terço de Finlândia está recoberta de bosques de pinheiros e abetos e o resto está na sua maior parte coberto de lagos, somando um total de 188.000 lagos.

Turismo Helsínquia

Helsínquia: A proximiade de culturas diversas conferiu a Helsínquia um carácter cosmopólita, mais difícil de apreciar noutros pontos do país. Embora moderna, em Helsínquia não há arranha-céus, pelo contrário os espaços são amplos, os parques e a proximidade do mar continua a dar à cidade um ar íntimo. É um lugar que muda de cor nas diferentes estações do ano, e sobretudo no Verão, quando se enche cada vez mais de turistas.


O que visitar em Helsínquia

Estes são os 10 lugares que não deves deixar de visitar durante um fim de semana em Helsínquia:

1. A Praça do Senado ou Senaatintori, com o seu ar e estilo russos, é o centro da cidade. Entre os edifícios mais chamativos que rodeiam a praça se contam a sede da Universidade de Helsínquia e a Catedral Luterana.

2. A 100 metros da praça, o Mercado do Peixe Kauppatori, hoje convertido num buliçoso ponto de venda de diferentes mercadorias. Se procuras variedade de produtos gastronómicos, entra, sem dúvida, no Velho Pavilhão ou Kaupahalli.

3. Na ilha de Katajanokka, levanta-se a Catedral Uspenski (10:00 às 16:00), o maior templo ortodoxo da Escandinávia e a mais notória lembrança da influência russa nesse país. Muito próximo, está o Parque da Esplanada ou Pohjoisesplanadi, um lugar para descansar antes de ir de compras e visitar museus na avenida Mannerheimintie.

4. O Museu de Arte Contemporânea Kiasma (3ª: 9.00-17.00, 4ª-Domingo: 10.00-20.30; 5,50 euros), um ponto de encontro local no Verão, quando a gente enche as suas esplanadas ou se deita no relvado ao redor da estátua de Mannerheim. Muito perto está O Parlamento (Sábado-Domingo 10:00 às 14:00).

5. O Museu Nacional ou Kansallismuseo (3ª a 4ª: 11.00-20.00; 5ª a Domingo: 11.00-18.00; 5,50€), é o melhor lugar para colocar em dia tudo sobre a história do país.

6. Muito perto do Museu Nacional encontra-se o Auditório Finlandiatalo, obra do grande arquitecto Alvar Aalto. Embora um pouco mais distante o Teatro da Ópera, também parte do legado artístico de Alvar Aalto, merece uma visita.

7. O Templo da Roca ou Temppeliaukio Kirkko, é talvez a construção mais singular da cidade. Este pequeno espaço está talhado num grande penhasco e especialmente a sua abóbada é digna de ser observada.

8. O Jardim Botânico ou Talvipuutarha, ainda um pouco distante é muito bonito. Se queres comprovar a tua longa caminhada até aqui, sobe à torre do Estádio Olímpico, que com os seus 70m é o melhor miradouro sobre a cidade.

9. A ilha fortaleza de Suomenlinna, a uma hora em ferry desde o cais do mercado de Helsínquia, é uma visita imprescindível. Declarado Património da Humanidade pela UNESCO, o forte que domina o conjunto de ilhas foi construído em meados do século XVIII, pelos suecos, que procuravam defender-se dos ataques dos russos.

10. Hoje, os capitalinos aproveitam sobretudo no Verão para perder-se nos seus recantos favoritos da fortaleza, seja dentro do complexo ou perto dos imponentes falésias. Suomenlinna alberga um punhado de interessantes museus, assim como lojas, cafés e restaurantes.


Restaurantes. Onde comer em Helsínquia

A capital tem uma boa oferta gastronómica, mas não é fácil encher o estômago com um orçamento exíguo. Sem chegar aos extremos de outras capitais escandinavas, os restaurantes de Helsínquia são caros. Se não queres chorar cada vez que te tragam a conta, e foges do fast food enquanto podes, a opção mais oportuna é que aproveites algum dos numerosos bufés nos quais almoçar até rebentar por uns poucos euros, como: Café Ekberg (Bulevardi 9), Café Lasipalatsi (Mannerheimintie 22), RAX Pizza Buffet (Mikonkatu 8), e Café Esplanada (Pohjoisesplanadi 37). Os UniCafes são também uma boa opção para comer por pouco dinheiro, recomendamos-te: O Ylioppilasaukio (Mannerheimintie 3).

Vida Nocturna Helsínquia

Embora no centro de Helsínquia seja muito fácil passar um bom bocado pela noite, será necessário destinar um orçamento amplo para uma saída nocturna. É complicado encontrar uma cerveja por menos de 5€. Boa parte dos locais com melhor ambiente estão nas ruas Eerikinkatu e Uudenmaankatu. Te recomendamos: Molly Malone´s (Kaisaniemenkatu 1), Erotajja (Erottajankatu 15), Corona (Eerikinkatu 15), Saunabar (Eerikinkatu 27), Storyville (Museokatu 8) e Fennia (Mikonkatu 17).

Compras em Helsínquia

Não te recomendamos que vás às compras em Helsínquia, pois tudo é muito caro. Se queres levar alguma lembraça para casa, dá um passeio pelo mercado do cais.

 

Prepara a tua viagem a Helsínquia:

 



















Copyright 2008 by TyM Viajeros S.L. - A travel media company.