Encontrar os hotéis ideais com o Trivago

Os mais Pesquisados
Hotel
Lisboa
Hotel
Porto

  arco del triunfo arco del triunfo zaha hadid  
bali cóctel barcelona   zaha hadid hotel berlin
bali   metro munich
bali
Porquê visitar?
Cume da civilização ocidental, neste país se sentaram as bases do que hoje conhecemos como filosofia, política, arquitectura, literatura e as olimpíadas. Os restos desta inigualável cultura podem admirar-se por todo o país, uma vez que se desfruta de uma gastronomia saudável e de característicos sabores naturais. País costeiro onde a sua geografia, mais além do continente, inclui duas mil ilhas. No interior, não há um só povo que esteja a mais de 80 quilómetros distanciado da costa, porque o mar sempre marcou o carácter e os costumes deste povo.

Gostarias de conhecer?
Zagreb, é uma cidade moderna e comercial, cujo principal atractivo é o seu casco antigo e a sua animada vida cultural.

Não percas...
Não deixes de visitar em Moscovo... A Praça Vermelha foi idealizada por Zar Iván III com a finalidade de ter um espaço livre junto ao Kremlin para evitar os incêndios tão habituais na época. A primeira vez que pisemos a Praça Vermelha nos parecerá grandiosa e não é para menos já que tem 74.831 metros quadrados de superfície, 695 metros de comprimento e 130 metros de largura. A Praça Vermelha está limitada por Kremlin, os grandes armazéns GUM, a Catedral de São Basílio e o Mausoléu de Lenin.

Veto de compras
Qualquer das preciosas lojas de Raekoja Plats, é um lugar ideal para adquirir alguma das especialidades locais: matriuskas (bonecas russas), jóias de âmbar, coberturas de prata e madeira e roupa tecida de Inverno.

Sabias que....
Logo se entra na Noruega, entra-se também em contacto com o "Troll", trata-se de uns bonecos que simbolizam os gnomos típicos deste país, é toda uma tradição e constitui indiscutivelmente o souvenir mais caracteristico. Existem mil e uma histórias de "Trolls" são os contos populares da Noruega.

Indispensáveis
Bratislava: Fortaleza (Quarta a Domingo das 9:00 às 17:00) Esta antiga fortaleza continua a ser desde séculos o símbolo da cidade. A silhueta do castelo com as suas quatro torres recorda a muitos uma mesa “voltada de patas para cima”. Dominando majestosamente desde cima de um estribo rochoso, 85 metros acima do nível do Danúbio, hoje em dia alberga uma grande colecção de arte e exposições temporais muito interessantes.

E esta noite, onde ficamos?
Copenhaga... Falar do preço dos copos e das entradas aos locais nocturnos, reservam as suas vontades de festa para quando visitem Espanha. Em Copenhaga pode ser muito doloroso sair da festa. Os dinamarqueses continuam a sair tarde e os bares estão desertos até à meia noite. Lhes recomendamos Vega (Enghavevej 40), Rust (Guldbergsgade 8) e Blue Note (alter-hour en Studiestraede 31).¡


















Copyright 2008 by TyM Viajeros S.L. - A travel media company.